30 outubro 2012

2

Snow White


Olhos claros disfarçam,
A alma já bem sofrida,
A pele branca que toco,
Finge suspiros de vida.

Branca de Neve, Branca de Neve,
Por que mordeste a maçã?
Poderia ficar aqui,
E me dar esperança vã.

Seus lábios vermelhos sangue,
Beijo que nunca foi dado,
Deita e aguarda ai,
O tal do príncipe encantado.

Branca de Neve, Branca de Neve,
Por que mordeste a maçã?
Poderia ficar aqui,
E me dar esperança vã.

Cachoeira de cabelos negros,
Perfume inebria os sentidos,
Doce fruta proibida,
Durma em sonhos perdidos.

Branca de Neve, Branca de Neve,
Por que mordeste a maçã?
Poderia ficar aqui,
E me dar esperança vã.

E o beijo que tanto anseio,
As palavras que sonho ouvir,
Sei que há um "feliz para sempre"
Nele podíamos existir.

Tentei fazer em um esquema mais musical, com refrão e tal... Acho que ficou interessante, quem ai se disponibiliza para fazer a melodia? kkkk
Comentários?

2 comentários:

  1. Achei esse poema muito bom!!!
    Essa musicalidade ficou perfeita e combinou com as palavras. Pude imaginar as cenas.
    Acho que um dos melhores, até o melhor!
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Ficou muito bom Lara, como sempre! Você escreve muito...
    Gostei do contexto também, da branca de neve, do príncipe...

    ResponderExcluir