03 abril 2012

2

Carta de Desculpas.

Link da Imagem


Escrevo essa carta para alguém que nem me lembro de ter conhecido direito. Ao contrário do relato de parentes e até algumas fotos, não lembro de seus braços me protegendo ou sua voz me contando histórias de sua vida. Me culpo a cada vez em que a verdade passa em meu coração: Eu nunca mais terei outros encontros para lembrar, e as poucas chances de comunicação entre nós me foram esquecidas. Sim, simplesmente a verdade é essa.
E eu peço desculpas, mas, para quem pedir? Por isso não endereço a carta a ninguém, não coloco destinatário e a remetente pode ser somente nomeada como "tola". Tola por ter perdido estas oportunidades, e mesmo pela dor no coração ser relativamente pouca, comparada a aqueles que realmente conviveram com você... Bem, o que posso fazer agora? Me lamentar por nunca ter te escrito uma carta ou feito um telefonema? Na sua última carta você até cobrou uma resposta, e eu a escrevi, mas nunca a mandei. Por falta de vontade, preguiça... É nesses momentos que entendo que temos que fazer tudo hoje. O amanhã talvez nos traga surpresas que nos impeçam, e pior, nos deixem um terrível peso no coração.
Está brava comigo? Espero que não. Em nenhum momento eu te desejei mal. Várias vezes quis conversar com você, sobre como fugiu da Alemanha, como veio para o Brasil ainda jovem, ingênua... Uma ótima história que sempre sonhei em ouvir por quem a viveu, mas você estava longe, de volta a Alemanha, com milhares quilômetros de distâncias entre nós e um dialeto que eu nunca tentei entender. Não estou me justificando. Palavras que escrevo agora poderiam já ter passado por sua mão a muito tempo, se eu quisesse.
Esta noite sonhei com um belo pássaro colorido. Ele veio até mim e pousou em minha mão. Não parecia ser feito de penas, e sim de retalhos de pano das mais diversas estampas. Ele bicou minha mão e tirou um pedaço da pele. Doeu, mas por baixo havia outra pele, totalmente intocada e mais bonita do que a que eu deixava exposta. Depois disso o pássaro vôou.
Descobri que pássaros coloridos são pessoas que querem te proteger. Não acredito realmente em anjos da guarda, e sou cínica em relação a religião, mas se você realmente estiver me acompanhando, tentando mostrar ao mundo o que eu tenho de melhor... Bem, obrigada.
De sua bisneta, que muito se arrepende de não ter enviado aquela carta. Bem, o que valem arrependimentos agora, certo? Obrigada... Não sei bem pelo o que agradecer, mas obrigada por existir. Ich liebe dich.

Hoje minha mãe recebeu uma péssima notícia: Minha bisavó morreu, por volta das nove da manhã. Minha bisavó, que me mandava cartas de feliz aniversário todo ano, a qual eu só vi quando tinha uns sete anos eu acho. Aquela que minha mãe estava desejando tanto ir no aniversário de noventa anos na Alemanha, noventa anos que nunca serão completados. Descanse em paz, tomara que encontre paz onde esteja.

2 comentários:

  1. Que lindo *-*
    Fiquei surpresa ao receber a notícia :/
    Ambas queremos a paz para sua adorada bisavó.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa, sinto muito. Eu sei como você se sente. Senti a mesma coisaa quando meu avô morreu.

    ResponderExcluir