17 maio 2011

7

Dance

Para a 39a. edição de poemas do projeto bloinquês.
Link da Imagem

Dance como nunca dançou na vida
A última ou a primeira valsa
Dance como se dança o amor
Sempre como a última ou a primeira vez.

Apenas dance.

Dance pela vida, 
Dance pelo amor,
Dance apenas,
Aonde quer que você for.

Porque a vida é uma dança,
E a mesma se encontra 
Na ponta da sapatilha,
No pé descalço,
Guiando a valsa da vida.

Dançar não é hobbie,
É apenas dança.

Pois sem dança,
Não há música,
Sem música,
Não há som,
Sem som,
Não há nada,
E sem nada, 
Não sobra vida.

Lara Vic.

7 comentários:

  1. eu achei lindoooo !!!!
    PRIMEIRO LUGAR.. RUN' fg*
    HSUAHSHSUAHSUHSUHU'
    muito bom... =D
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindo!

    A vida se resume em uma danças dessas mesmo, independente de compasso ou rítmo devemos seguir nela, seguir dançando.

    ResponderExcluir
  3. emocionante :D dance dance dance !

    ResponderExcluir
  4. profundo, belo poema. acho que a vida é exatamente isso. é necessário saber viver.
    beijos.


    http://bicicleta-e-melancia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Profundo e belo. Adorei, e realmente as suas palavras são doces. Dançar, dançar é ótimo hih
    Parabens pelo blog.

    ResponderExcluir
  6. Oi Lara, as palavras foram bem colocadas, mas eu não posso dizer que seu texto é um poema.
    Embora algumas palavras casem com outras a estrutura poética é um pouco mais exigente.
    Eu considerei por ter um ritmo, mesmo que descontínuo, bacana.
    Você é criativa, muito mesmo.
    Mas nesse texto o "pecado" foi a estrutura mesmo. E isso é fundamental nos poemas.

    ResponderExcluir