27 dezembro 2010

3

A Estação

Foto da estação de São Carlos que eu visitei hoje


Fui com meu avô a uma estação.
Lá era frio, vazio, e sem emoção.
E eu fiquei olhando pra ele
sem reação

Ele sorria, com olhos longínquos,
E eu perguntei
O que estava a olhar
“o passado”
Respondeu sem hesitar

Decidi tentar ver também.
O passado...
O trem ganhou pintura nova
A donzela acabara de saltar
Era tudo uma confusão
Todo mundo a gritar.

Vovô usava roupa antiga
E olhava para mim abestalhado
Olhei para baixo a vi:
De onde veio o vestido rendado?

Ao meu lado irmãos se despediam
Lágrimas brotaram até em mim
Um beijo em cada face
E se separavam assim!

Desviei o olhar
E vi um lindo casal.
Eles se beijavam
juntos, afinal

E por todo lugar
O passado vibrava
Com saudade de ser o presente.

Aos poucos o vestido evaporou
A roupa antiga acompanhou
Mas a lembrança ficou
E o passado,
Para a estação voltou.

Lara Vic

3 comentários:

  1. nossa que lindo , adorei lara , mt criativo !
    vc é uma poeta mesmo , sem maldade vc é mt boa nissso
    ass:sarah

    ResponderExcluir
  2. brigada ><
    todo mundo de casa disse q até agg esse é o meu melhor!
    bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lara!
    Gostei bastante da escolha do tema, da forma que você conduziu o cenário e arranjou as palavras.
    Teve cuidado com a rima e a estrutura poética, muito bom.
    Só chamo atenção para a frase: "Olhei para baixo a vi:
    De onde veio o vestido rendado?" Há problema na concordância e de estrutura de como um todo.
    Moderação Poemas - Bloínquês.

    ResponderExcluir