15 março 2014

2

Sons da Noite

 Fotografia de Dennis Stock

Os sons da cidade a noite
Me intrigam.
O silêncio dos pássaros
Já não me ilude

Já não creio mais
Num povo adormecido.
A cidade acorda
Em suas sombras

Ela vibra em cada esquina
Escura e suja
E cada ruela
Geme seus segredos

O som dos amantes
A alegria dos ignorantes
O sono de calmantes
A palavra de farsantes

Uma história a todo instante
A própria Lua é testemunha
Dessa vida inconstante
Que caminha pela rua

As nuvens emolduram
Essa paisagem urbana
Que mergulha no silêncio
E já há muito não me engana.

E se o Sol nasce, realmente
Entre o tédio e a rotina
A cidade silencia
E os pássaros então cantam.

Não tenho muito o que dizer sobre esse aqui... Mas simplesmente não consigo deixar de pensar em tudo que está acontecendo na cidade durante o silêncio sepulcral da minha rua. Espero que gostem (:
Vale fazer aquela propaganda básica do Bruno Yokote de novo, que desenhou o cabeçalho do blog e tem mais alguns trabalhos lindos, confiram lá ^^
Comentários?

2 comentários: