17 fevereiro 2014

3

Déjà vu

Speeding Cars by maryana01


Eu realmente não sentia falta
Das palavras doloridas,
Das letras soluçadas,
Sobre tristezas vividas.

Eu realmente não sentia falta
Da melancolia constante,
Da saudade do instante,
Onde tudo era amor.

Eu realmente não sentia falta
De escrever sobre tristeza,
E mesmo com beleza
A metáfora me cansa.

Eu realmente não sentia falta
Da falta de certeza,
Sobre aquilo que deseja
O maldito coração

Não gosto de escrever coisas depressivas sobre o amor por simplesmente acreditar que já me esgotei nesse assunto. Apesar disso saiu esse poema, que eu acabei gostando e achei digno de postar. Quem acompanha o blog a pouco tempo vai ser chocar porque realmente faz tempo que não posto coisas tão pessoais e... dramáticas? Não sei se isso descreve haha
Mas lembrei que o blog começou para guardar meus textos, e esse aqui não será diferente. Enfim... O que acharam?

3 comentários:

  1. Realmente gostei do poema, me trouxe várias lembranças em um aspecto positivo! Obrigado pela obra, e acredito que vou continuar te visitando por um tempo.
    http://piscesdreamblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o poema... hahahaha acho legal eu poder entender um pouco do que você diz nele, bem mais fácil do que decifrar um poema de alguém que nunca conheci! Beijos :3

    ResponderExcluir