25 julho 2012

2

Encontro Casual

Link da Imagem
Uma...
Não esperava encontrar-lhe,
Ou talvez esperasse,
Não tinha como prever,
Nossa reação.

Duas, Três.
Olhos tão frios,
Mais que desconhecidos:
Inalcançáveis.
Por culpa de quem?

Quatro, Cinco, Seis...
Me perdoe, mas
Apenas se lhe fiz mal
Pois me parece muito bem...

Sete... E outras.
Não cheguei a ouvir sua voz,
Foi uma troca de palavras,
Clara o bastante para mim,
Muda ao mundo.

Lágrimas incontáveis,
Me afogo em mágoas não choradas,
Choro romances não vividos,
Vivo uma vida que nem minha parece.
Como estará você?

Fazem alguns dias que escrevi esse, espero que gostem. Feliz dia do Escritor!

2 comentários:

  1. Muito bom! Muito bom!...ficou muito legal, você tem talento suhsushsaushsuh XD

    ResponderExcluir
  2. Muito bom. Percebe-se varias nuances que são confortáveis ao leitor, por instigar o pensamento e se compor de diferentes elementos na estrutura do verso. Olha a parte culminante do texto na minha opinião "Olhos tão frios,Mais que desconhecidos:Inalcançáveis". Frieza é uma qualificante irresistível ao raciocínio do leitor! E quando vc coloca "inalcançáveis" demostra que existe uma pré vontade de conhecer, justamente por parecer frio o olhar! Que sacada!!! Vou continuar lendo sempre. Vc tem qualidades intrínsecas de uma escritora de suspense rsrssrs!!

    ResponderExcluir