12 abril 2011

3

Revolução


Gente desculpem a demora mas é que tenho estado meio sem inspiração e quando ela vinha eu ñ gostava. Tenho estado mesmo é meio desmotivada porque os comentários diminuiram e o motivo disso só pode ser a menor qualidade dos poemas =//
Então eu imploro, para aumentar um pouquinho minha auto-estima (que melhorou pakas com os selos que recebi hoje) COMENTEM!
Link da Imagem
Eu faço
Tu faz
Ele faz

O indicativo não conta mais

A gramática foi deposta
A revolução está próxima.

Ninguém quer mais saber
De vírgula ou exclamação
Há tempos aposentamos
O ponto de interrogação.

O que importa mesmo
E as escolas vão exigir
É emoção em cada momento
Deixando a mente fluir.


E a gramática que se exploda
As barreiras que vão junto com ela
Porque para qualquer escritor
Essas regras são só balela

Lara Vic.

3 comentários:

  1. * Há tempos aposentamos o ponto de interrogação.
    HSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHU'
    eu ameeei o poema, apesar de adorar te corrigir !
    rsrsrs
    beeijoos

    ResponderExcluir
  2. Curti esse, tá muito legal! Viva a Revolução!
    Preciso dizer que a meu ver o ponto de interrogação não deve ser aposentado nunca, pois ele anda de mão dada com a curiosidade, com o questionamento, e sem eles não há crescimento, evolução do saber, construção do conhecimento... e revolução. Comentário de uma admiradora que já passou dos 30 rsrs

    ResponderExcluir