03 abril 2011

1

A Valsa da Mão

Link da Imagem

Uma menina com o papel no colo,
O lápis na mão,
Começa a desenhar.

Desenha, desenha incansável,
Seu lápis parece dançar.
Não recua, não descança,
Sinuoso faz  uma valsa
Com a mão da doce menina.

Seu rosto se contrai.
Ela para, e olha para a folha,
Mas não para o que é,
Sim para o que podia ser,
Então a música troca,
E o lápis retorna a sua valsa.

E trocam-se os lápis, 
passam por canetas,
Num baile de arte,
Onde todos, sinuosos, graciosos
Formam uma dança histórica,
Que alguns dominam e outros não,
Esta dança, o baile, as cores,
Tudo brota da mesma mão.

E a menina, centrada,
Mal vê o milagre que suas mãos tocam,
O baile, a música, a valsa,
Faz tão parte dela que não o percebe,
E quando termina, 
ela toca a última 
e mais agradável nota:
"Está pronto!".

Lara Vic.

Link da Imagem

Um comentário:

  1. fantástico!
    pra variar não é?

    me encantam as tuas palavras...senti tua falta!

    beijo.

    ResponderExcluir