08 maio 2012

6

Quem sabe?


Quem sabe o tempo não passa
E o coração desfaça
A confusão que tu criou?

Quem sabe os ventos levam o amor,
E eu esqueça a dor,
E o que de você em mim restou?

Quem sabe a terra não absorva a lágrima,
E também o sentimento,
Que insisto em dizer que acabou?

Fiz logo depois do anterior e decidi já armazenar a postagem. As palavras literalmente vieram sozinhas! Fiquei muito feliz, fazia tempo que não era tão fácil!
Comentários?

6 comentários:

  1. É tão bom quando em apenas um suspiro as palavras nos vêm a mente.
    Lindo poema Lara!

    ResponderExcluir
  2. Sempre belos poemas Lara. Tenho que concordar com L.C.S, é sempre ótimo quando as palavras saem sem você fazer nenhum esforço sique.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lara, veio com naturalidade e ficou muito bonito.

    ResponderExcluir
  4. quem sabe o tempo....
    as pessoas dizem que o tempo não cura
    e é verdade. mas, ele traz o esquecimento.

    ResponderExcluir
  5. O tempo cura tudo, ou pelo menos deixa cicatrizar...
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu insisto em dizer que acabou... Mas ainda não, ainda não é a verdade.

    http://eppifania.blogspot.com/

    ResponderExcluir